Gorduras!

By Rodolpho Leonardo  19 fev, 2009   Postado em Opinião

GordurasBom, mão posso negar o fato de ser fofinho, e de gostar de comida com sabor. Por isso tive a idéia de proteger o que muitos consideram como inimigos mortais, a gordura, mas que são extremamentes necessários para o equilíbrio e bem estar do nosso corpo e por que não da nossa sociedade como um todo. As gorduras, termo genérico para uma classe de lipídios que possuem 9 calorias por grama, são compostos geralmentes solúveis em solventes orgânicos  e insolúveis em água. Essa insolubilidade deve-se ao fato de serem longas cadeias carbônicas de menor densidade que a água e portanto fazendo-as flutuarem.

A importância da gordura dá-se através da propria história da humanidade, onde os pré-históricos  se satisfaziam com as mesmas para poder conseguir energia o suficiente para seus afazeres, especialmente em períodos invernais  e por também ser um conservante natural (deve ser  por isso que eu envelheço pouco!). A sociedade humana somente consegue progredir apartir do momento em que o homem consegue controlar a área que habita, cultivando os alimentos (agricultura) e domesticando os animais. Entretanto somente a agricultura e a domesticação não foram o suficientes para alavancar toda uma raça que dependia muito das sazonalidades dos produtos e das estações climáticas. O inverno, principalmente no hemisfério norte era rigoroso e destruia toda as plantações de alimentos para homens e gados (generalizando os animais domesticados para o abate) e a caça também neste período era meio escassa, pois a maioria dos animais de grande porte hibernavam ou morriam por falta de alimentos.  E portando somente após a descoberta dos meios de conservação dos alimentos que, ai sim, a nossa civilização começou a progredir.

Um destes métodos conhecidos até hoje é a conservação em gordura. Praticamente todos os alimentos industrializados são conservados em gordura. Gordura animal (porco, pato, etc) e vegetal (gordura vegetal, óleos e etc) são utilizadas para preparações culinárias e para conservação de alimentos em gerais. Confit, palavra que deriva do verbo francês confire (conservar/preservar), é um termo usado para variados tipos de alimentos submersos em substâncias para agregar sabor e conservar, comumente utilizado em preparações de pato em sua própria gordura.  Para citar exemplos, a batata pringles ou ruffles, biscoitos recheados, bolachas, tostitos e similares,  enlatados, pães, e até a própria cenoura possuem gordura (caroteno é uma GORDURA) ou são conservados nela.

Então, ao contrário de muitos, eu discordo que a gordura seja má. Existem vitaminas (A, D, E e K) que são liposoluveis. Hormônios são gordura e praticamente tudo o que existe possui de certa maneira, gordura. Também sou contra as dieta de exclusão, mas sou a favor da re-educação alimentar (comer moderadamente e adequadamente é a chave do sucesso). Mas não mudando de assunto a gordura é fundamental para que seu corpo funcione corretamente e é claro que seu consumo em excesso é prejudicial. Mas até amor em excesso é prejudicial, não é?

Outro papel fundamental da gordura é que ela confere sabor, isso porque grande parte das substâncias que compõem os alimentos são liposoluveis.  E é este o papel fundamental para preparações de pratos saborosos. Por isso a gordura passa a ser fundamental também na gastronomia. Azeite, manteiga, margarina, banha, óleos, coco, abacate e etc, possuem gorduras. Sabendo usá-las na quantidade e na maneira correta elas transformarão o prato em algo extraordinário. Talvez se a gordura chamasse sabor a discriminação contra ela seria bem menor, até porque duvido que iriam colocar no rótulo da embalagem a mensagem, 0% Sabor.

Pensem nisso na proxima vez que cozinhar ou comer algo. A gordura não é a inimiga e sim uma aliada necessária para o equilibrio do corpo e para alegrar nossas papilas gustativas, entretanto não exageremos em sua quantidade, comida banhando em gordura não é só ruim, é um disperdício de sabores…

Credito pela foto: Stock Xchng

Com dificuldades nas palavras usadas neste post? Visite nossa página Glossário ou envie-nos uma pergunta a respeito.

0 resposta para “Gorduras!”

  1. […] temos que pensar na saúde. Fiz uma matéria ha um tempo atrás, defendendo a utilização da gordura (óleos e gorduras dos mais diversos tipos) para a utilização em conjunto com os alimentos para […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline